O que é melhor: CORDÃO PROLONGADOR ou EXTENSÃO ELÉTRICA??? 🔌

PROMOÇÃO TORCIDA ELETRIZANTE 👉 https://ift.tt/JDljanu

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional:
➽ https://ift.tt/eMOhBmg
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/qyYHpdA
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

O que é melhor: CORDÃO PROLONGADOR ou EXTENSÃO ELÉTRICA???

Olha essa situação que a grande maioria dos eletricistas passam em obra:

Você vai lá todo pimpão com as suas ferramentas top de linha, mas aí percebe que o ponto de eletricidade (tomada) está distante e, consequentemente, você não consegue ligar a ferramenta.

Como você resolveria esse problema? Usaria uma extensão ou um CORDÃO PROLONGADOR?

Ué, André, OS DOIS não são a mesma coisa, não?

É aqui que tá!

Bom, turma, antes de tudo precisamos saber o seguinte: Cordão prolongador e extensão elétrica tem a mesma funcionalidade, ambos servem para prolongar a tomada de um equipamento específico até o ponto de tomada mais próximo.

Vamos entender o porquê:
A diferença entre eles é o número de tomadas e geralmente quando se usa um equipamento com 20A, não se tem a necessidade de usar outro, então por isso o cordão prolongador tem apenas uma. Ele é bastante utilizado geralmente em trabalhos com betoneiras, cortadores de gramas, furadeiras, entre outros.

Já a extensão elétrica tem a mesma função do prolongador, porém ela permite a ligação de 2 ou mais equipamentos juntos, isso claro respeitando o limite de corrente da própria extensão, em média 10 ou 20A.

E como sabemos, o uso de ambos é permitido pela NBR 5410. Inclusive, já abordamos isso em um vídeo em nosso canal. Se você não viu este vídeo, fique tranquilo que deixarei o link dele no final deste vídeo para que você possa assisti-lo depois.

Mas o que a maioria das pessoas não sabe é que este tipo de “facilidade”, quando não dimensionado corretamente, pode vir a causar acidentes, como choques elétricos e até incêndios! E um dos problemas está na compra destes prolongadores “baratinhos”, que encontramos em qualquer lugar.

Depois de um certo tempo de uso, a capa que cobre o cabo elétrico fica ressecada, o que pode causar um choque ou até mesmo um curto circuito. Tenho certeza de que isso já deve ter acontecido com algum conhecido seu, ou até mesmo com você, estou certo?

Afinal, quando uma pessoa sem conhecimento em elétrica sai para comprar este tipo de equipamento, ela não sabe nada sobre corrente, tensão… Ela vê escrito lá 10A, 20A, mas nem sabe o que isso significa. Ela quer simplesmente ligar os aparelhos dela, e aí que temos um problema sério…

Essa pessoa chega em uma loja e pede pro atendente um prolongador. O atendente, na maioria das vezes, nem pergunta pra qual finalidade é, ele simplesmente pega a “mais barata” e entrega pro cliente.

E vai ser com este prolongador que a pessoa vai ligar o microondas, a airfryer, a churrasqueira elétrica, a chapinha para cabelo, o secador de cabelos… enfim, vários equipamentos que muitas vezes não foram previstos para serem usados naquele prolongador por causa da sua potência elevada.

O resultado disso é um aquecimento fora do normal, o que chamamos de sobrecarga, e dependendo da situação pode evoluir para um incêndio. Sem contar que ainda tem uma outra atitude muito perigosa que acontece.

Usar o prolongador enrolado!

Nunca faça isso!

Essa prática leva ao aquecimento indevido dos cabos devido ao calor gerado no cabo, ocasionado pelo efeito joule e pelo fator de agrupamento. Para quem não sabe, o efeito joule nada mais é do que a conversão de energia elétrica em calor.

Agora imagine o que pode acontecer com vários cabos aquecidos lado a lado…

Então, a partir de agora atenção! Temos algumas sugestões para você não errar na hora de comprar seu cordão prolongador, se liga:

1- Procure saber a potência do equipamento que você irá ligar.

2- Não utilize outros equipamentos na mesma tomada onde o prolongador ou extensão estiver ligado. Assim você evita uma sobrecarga naquele ponto e mantém a instalação funcionando normalmente.

3- De tempos em tempos verifique como está a capa de proteção do seu prolongador.
Dependendo da utilização, pode haver atrito com o cabo e afetar a isolação, então sempre faça inspeções visuais em busca de possíveis partes expostas.

4 – Opte por marcas de qualidade, certificadas e de tradição no mercado.

Consultando o site da nossa parceira Megatron, achei cordões prolongadores de 10A com 3 e 5m de comprimento.

Eles também fabricam prolongadores de 20A, com medidas que vão de 0,80cm até 20 metros de comprimento.

Outro detalhe é que são fabricadas utilizando cabos do tipo PP, com isolação 300/500V e bitola de 2,5mm2. Isso quer dizer que o cabo tem dupla isolação, então é mais difícil de você “levar” um choque.