FUI DESAFIADO para tentar AUTOMATIZAR a IRRIGAÇÃO do ROÇA IN OFFICE ✅

👉 DIAGRAMA ELÉTRICO: https://ift.tt/UahHquo

⚡ SEMANA COMANDOS ELÉTRICOS DO ZERO: https://ift.tt/6d1VzRu

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional:
➽ https://ift.tt/BaYdKw0
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://eletr.co/links
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

FUI DESAFIADO para tentar AUTOMATIZAR a IRRIGAÇÃO do ROÇA IN OFFICE

Declaro aberta mais uma temporada da nossa querida série ROÇA IN OFFICE, e você é mais que bem-vindo na minha roça sô!

Nesta temporada, daremos continuidade em uma das últimas atualizações que havia feito lá no sítio, que foi a instalação de uma bomba para melhorar meu sistema de irrigação do meu pomar.

Quem acompanhou a temporada passada vai se lembrar, quem não viu, só clicar no card ou procurar nas playlists do canal, combinado?!

Bom, a questão é que tivemos evoluções lá na roça que me obrigou a mexer no sistema de irrigação do jardim. Além de mudar todos os aspersores antigos, a gente setorizou toda parte de irrigação usando um CLP o que rendeu um quadrinho de comandos pra lá de bacana montado por ninguém menos do que o embaixador de comandos da Engehall, mestre Elifabio Miranda.

Bom, turma, como eu disse anteriormente, a gente fez umas atualizações na irrigação lá do sítio.

Após a instalação da bomba para o sistema de irrigação, eu acabei colocando mais grama, e, consequentemente, acabei aumentando também meu sistema de aspersores. Só que o detalhe é que com o aumento dos aspersores, e devido também ao modelo deles, minha bomba passou a não aguentar a tocar tudo junto.

Como eu havia acabado de instalar esta bomba, procurei por novos aspersores mais eficientes. Acabei encontrando um modelo retrátil da empresa Rain Bird.

Já informo que não estou sendo patrocinado por eles não, mas se eles quiserem uma parceria…vai que cola….

E já que resolvi trocar os meus aspersores, meti o louco de uma vez e convoquei nosso embaixador Elifabio Miranda para fazermos um projeto “filé todo” de comando para o meu sistema de irrigação ficar 100% automatizado. Quando o assunto é comandos elétricos eu não penso em outra pessoa!

Fizemos as contas e projetamos um sistema automatizado com 3 válvulas solenoides para que atendesse aos 3 setores que criei no meu sistema inteiro:
Setor 1: 5 aspersores já na entrada do sitio,
Setor 2: 5 aspersores que atendem ao meu jardim frontal
Setor 3: E mais 5 aspersores que atendem ao meu pomar lateral.
Ao todo são 15 aspersores.

E por que 15 aspersores?

Basicamente pessoal escolhi o modelo Unispray retrátil da Rain Bird, com bocal 18Van. Segundo informação do fabricante, ele cobre uma área média de 5m de raio e isso pra mim é o suficiente.

E sobre a setorização, primeiro eu comprei 5 modelos pra testar, o fabricante informa que a pressão ideal e 2bar por aspersor, e minha bomba consegue trabalhar numa vazão próxima aos 10bar dos 5 aspersores juntos, dessa forma, eu comprei 5 pra testar e deu certo. Aí comprei os outros 10 pra completar e as solenoides também pra conseguir setorizar.

E aqui está o croqui hidráulico que o engenheiro Alessandro fez pra gente no autocad, ficou tão bacana que irei disponibilizar para vocês no fim da aula.

O mais legal de todo esse projeto é que o time aqui da Engehall me ajudou de mais. Depois da parte hidráulica pronta, a tarefa ficou nas mão do Embaixador Elifábio desembolar o projeto de automação com o CLP. Como vocês sabem ele mora lá em Natal no Rio Grande do Norte, ele começou o projeto lá, e só veio parar aqui.

Até aqui tá claro pra você o que iremos fazer lá na roça nos próximos episódios?
Estão ansiosos para ver esse sistema funcionando com automação?
Me conta aí nos comentários, o que você quer aprender de novo com a gente!