🤔 Usar CANALETAS é GAMBIARRA?

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional:
➽ https://ift.tt/3r4RNyE
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto
➽ https://ift.tt/3Fz3n9o
——
Você provavelmente conhece ou já usou desse recurso aqui conhecido na área elétrica como canaletas, não é mesmo?

A gente sabe que a maioria das instalações elétricas aqui no Brasil não são planejadas e consequentemente depois o eletricista coitado tem que ficar adaptando novos pontos de tomadas, pontos de internet, ou telefone, em casos de escritório e por aí vai.

Aí vem a necessidade do uso das canaletas, visto que em muitos casos de reforma não somos autorizados a quebrar e embutir tubulação e por aí vai!

Só que vem aquela pergunta: Usar canaletas numa instalação elétrica é gambiarra?
Será que resolver o problema usando um recurso de sobrepor desse tipo é uma ideia maluca?

Bom, pra responder isso é claro que a Engehall vai mostrar um trechinho de norma, um pouco de explicação prática e também o que nunca falta nossa opinião profissional

Quando a gente busca a palavra “canaleta” na NBR-5410 aparece de cara a tabela 33 que fala sobre os tipos de linhas elétricas, ou seja, métodos de referência e instalação.
E lá na linha 72 da coluna método de instalação, mostra pra gente um desenho e a descrição dizendo, “ Condutores isolados ou cabos unipolares em canaleta provida de separações sobre parede”, ou seja a norma prevê o uso de canaletas sobrepor sim, e abaixo tem o 72A que fala ainda sobre o uso de cabos multipolares dentro de canaleta ou seja, você pode usar cabo pp dentro de canaleta se precisar também.
Agora prestando atenção no desenho 72, tá escrito sinal 1, sinal 2 e embaixo um desenho dos cabos, isso indica pra gente as vias da canaleta, nesse caso é uma canaleta de 3 vias, e aí podemos passar os vários circuitos diferentes de forma separada como se cada via dessa fosse um duto exclusivo para aquele determinado circuito.

Além disso, analisando a mesma tabela 33, dá pra gente ver ainda vários outros métodos de instalação, como canaleta sobrepor no piso, embutida no piso ou na parede, ou até no teto, enfim, conforme a norma até então, usar canaletas não é gambiarra definitivamente.

Só que tem mais alguns itens da norma que quero mostrar pra vocês, só que agora focando apenas no uso de cabos isolados, o pvc comum mesmo, que a gente mais usa,:

O item 6.2.11.4 trata exclusivamente de Canaletas pe perfilados, nele diz que os condutores isolados só podem ser utilizados em canaletas ou perfilados de paredes não-perfuradas e com tampas que só possam ser removidas com auxílio de ferramenta. E tem algumas notas abaixo que explicam casos que você pode usar cabos comuns, que você pode ler depois!

O que eu quero destacar aqui é que a maioria das canaletas boas do mercado possuem dupla trava e quem já instalou sabe que não é fácil remover a tampa dela sem auxílio de ferramenta. Então pra ficar mais barato e não ter que usar cabo unipolar, ou seja os cabos com isolação e ainda por cima a capa de proteção, que são mais caros logicamente, procure sempre comprar canaletas das marcas de qualidade, além da maior proteção mecânica temos a garantia de ser anti-chama também ok? Não sai comprando a canaleta baratinha lá no mercado da esquina não.

Entendidos até aqui meus queridos, hora então de compartilhar essa aula nos grupos de whatsapp, facebook, onde você quiser, afinal conhecimento a gente não guarda pra si, conhecimento a gente compartilha, é isso que fez a Engehall se tornar o maior canal do segmento no youtube né?

Agora vamos para a segunda parte da aula que falei lá em cima, vou mostrar um trecho de um vídeo que expliquei detalhadamente sobre as medidas de canaletas e também sobre algumas conexões que você precisa conhecer, confere aí:

Bom, agora você já conhece um pouco mais de peças então não tem muita desculpa na hora de fazer lista de material não né, outra dica que dou é devorar o catálogo dos fabricantes, eu aprendi muito sobre as peças usadas na área elétrica simplesmente lendo catálogo, faz isso que se torna seu diferencial também.