😱 Deu RUIM na hora de LIGAR O INVERSOR na rede elétrica! 🚨

👉 https://ift.tt/2WQZYS9

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional:
➽ https://ift.tt/3imhVjV
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto
➽ https://ift.tt/3ChXSuP
——
Esses dias eu recebi uma mensagem de uma aluno desesperado, ele estava dizendo que fez corretamente toda a instalação do sistema fotovoltaico, conferiu, conectou no QDC e na hora de ligar o sistema, o inversor ligava e a proteção geral do QDC atuava.

E o pior, o cliente estava furioso querendo ver o sistema funcionar e não sabia mais o que fazer, para resolver o BO, o que deixou ele mais nervoso ainda.

É uma situação que eu não desejo pra ninguém viu, mas acontece nas melhores famílias. Como diz o ditado, a melhor forma de aprender é com o erro dos outros, bora ver o que aconteceu com o nosso colega pra não deixar isso acontecer na sua obra.

Para conseguir analisar a situação, precisamos fazer uma pequena revisão, na verdade 3 revisões rápidas.

1- Funcionamento de um sistema fotovoltaico on-grid;
2- Como é feita a conexão do sistema fotovoltaico à rede elétrica da concessionária de energia;
3- E por último, vamos estudar os principais componentes do QDC de uma residência, porque é neste ponto que a coisa pode ficar feia.

1- Funcionamento de um sistema fotovoltaico on-grid;
O processo é muito simples e tudo começa nos módulos fotovoltaicos, responsáveis por captar a energia do sol e transformá-la em energia elétrica, isso só é possível graças ao efeito fotovoltaico, em poucas palavras é o efeito de transformar a luz do sol em energia elétrica!

Os módulos geram energia em corrente contínua que como o próprio nome diz, ela é contínua, que é o mesmo tipo de energia da bateria do nosso telefone celular. Para que você consiga usar essa energia ai na sua casa, precisamos convertê-la para corrente alternada.

O equipamento responsável por converter essa energia é o famoso inversor fotovoltaico. Existem dois tipos principais, não é objetivo deste vídeo entrar em detalhes sobre cada tipo de inversor, porém, os mais utilizados em residências são os micro inversores e os inversores string.

Após passar pelo inversor a energia gerada pelos módulos está pronta para ser utilizada na nossa casa. Se a energia gerada pelo sistema for maior que a energia que está sendo consumida pelos aparelhos que estão conectados na nossa residência, ela vai passar pelo medidor de energia, do modelo bidirecional e será injetada na rede da concessionária ai da sua cidade.
Beleza, agora para que você consiga usar a energia gerada pelo seu sistema fotovoltaico ai na sua casa ou injetar na rede da concessionária, você precisa conectá-la à rede elétrica, bora ver como é feito este processo?

2- Como é feita a conexão do sistema fotovoltaico à rede elétrica da concessionária de energia;

A conexão do inversor com a rede elétrica é bem simples, porém muita gente fica com dúvidas na hora de realizar, se esse é o seu caso, preste muita atenção que é hoje que você aprende de uma vez por todas, vem comigo!
Se liga nessa dica, você só precisa ter em mente uma coisa: o seu inversor fotovoltaico será considerado como um equipamento de uso específico aí na sua instalação, ou seja, um equipamento que para ser ligado precisa de um circuito próprio e único para ele.

Veja só como fica mais simples pensar dessa forma, e aí na sua casa você já faz isso, você tem um circuito separado para o chuveiro elétrico, por exemplo.
Sendo assim, basta você adicionar um circuito para o seu inversor no QDC da instalação, um ponto muito importante, é que você precisa calcular as proteções e o cabeamento de acordo com a corrente de saída do seu inversor. Pode parecer óbvio, mas não custa nada reforçar!
E foi exatamente isso, que o nosso aluno fez, ele conectou o sistema fotovoltaico à rede elétrica da instalação diretamente no quadro da residência, só que aqui tem um detalhe, no meio do caminho havia um DR.
E foi esse carinha aí que resolveu dar problema na nossa instalação, no quadro de proteções de uma residência, utilizamos algumas proteções que vocês já devem conhecer: disjuntores, DSP e os dispositivos de proteção residual.