🔎 Quase NINGUÉM observa ISSO na hora de COMPRAR uma FITA ISOLANTE!

GRUPO ZAP EP: https://ift.tt/35XaLeK

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional:
➽ https://ift.tt/369iMxt
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto
➽ https://ift.tt/3htDDAX
——
Fala meus queridos, tudo massa?
Sejam todos muito bem vindos a mais um vídeo da série SUPER FÁCIL aqui da Engehall!

O assunto de hoje é a respeito dessa mocinha famosa aqui, a boa e velha fita isolante…
A gente tá careca de saber que todo profissional da área elétrica conhece essa fita preta né!
Existem também as coloridas, que além de isolar servem para identificação de circuitos e outras coisinhas a mais. Só que uma coisa também é certa, atualmente no mercado encontramos diversas marcas, com diversas embalagens, preços e tamanhos diferentes.

Aí a pergunta que fica é: Você está utilizando a fita isolante correta?
Poxa André, conta outra, fita isolante é tudo a mesma coisa!
lamento informar mas né não! Sabia que a fita isolante é dividida em classes?

É meu querido, se você não sabia disso, se inscreva no maior canal de elétrica da América Latina, ativa o sininho das notificações porque antes de você sair comprando qualquer fita isolante por aí, vou te explicar as principais diferenças entre elas, bora pra aula!

Turma, antes de mais nada, quero deixar claro que este vídeo não contém promoção paga, vou falar das principais marcas de fitas, porém não estamos recebendo delas, por isso não é um vídeo patrocinado, ok?

Atualmente no Brasil, o Inmetro classifica as fitas isolantes em 3 classes, são elas:
Classe A, Classe B e Classe C. Só que antes de falar delas, lógico que vamos nos embasar na norma que regulamenta sua fabricação né?

O Inmetro utiliza como base, as orientações da Norma Mercosul NBR NM 60454-3-1.
Na parte 1 desta norma apresenta diversas observações sobre as fitas isolantes, desde aparência, temperatura de trabalho, largura, comprimento, espessura e até mesmo quais informações devem estar contidas na embalagem.

Então pensando nessa parte, elaboramos um pequeno comparativo entre as classes e já exemplificando com os modelos existentes no mercado e seus principais diferenciais!

Começando pela CLASSE A. As Fitas isolantes Classe A são recomendadas para uso profissional, neste caso, a mais conhecidas são da 3M Scotch 33+ e da PRYSMIAN P44
A temperatura de trabalho delas é de 105ºC na scotch 33+ e de 90º na Prysmian. Ambas possuem largura de 19mm, espessura de 0,18mm e em média, as embalagens vem com 20 metros de comprimento devido ao uso profissional ser mais constante.

Já as Fitas isolantes Classe B são recomendadas para uso industrial. as mais conhecidas do mercado são os modelos Highland, da 3M e Prysmian P42
A temperatura de trabalho nelas é de 90ºC, possuem largura de 19mm, espessura de 0,15mm (um pouco mais fina que a classe A) e as embalagens também vem com 20 metros, daqui a pouco falo mais detalhes dessa classe B aqui.
E por fim as Fitas isolantes Classe C que já são recomendadas para uso doméstico.
Essa classe é a mais conhecida do público em geral, os modelos mais achados são a Imperial da 3M e a P22 da Prysmian. A temperatura de trabalho delas é de 90º. A largura da 3m é 18mm e da prysmian é 19mm, a espessura delas é 0,13mm (mais finas ainda) e são fornecidas em embalagens com 5, 10 e 20 metros de comprimento em ambos.

A maior curiosidade é que as fitas classe B são fitas intermediárias e podem ser usadas tanto em manutenções gerais como em pequenas manutenções profissionais, porém são mais difíceis de serem encontradas, devido a muitas empresas adotarem apenas duas linhas de fita isolantes, as de uso geral (Classe C) e as de uso profissional (Classe A)..

Porque na parte 2, da norma, fala sobre os métodos de ensaios utilizados para realizar os testes nas fitas, dentre eles, resistência à propagação de chamas, ensaio de desenrolamento e na minha opinião o mais interessante, resistência à tração e alongamento de ruptura. Inclusive tem um vídeo interessante da 3M que mostra justamente este teste, olha só:

Neste vídeo a fabricante 3M está testando as três classes que ela produz e mais duas marcas existentes no mercado. Reparem que mesmo após ter sido feito um esforço sobre as fitas, fazendo com que praticamente todas esticassem sem se romper, os três modelos deles mantiveram sua “memória elástica”, ou seja, retornaram a forma original, isso é muito importante na hora de escolher uma fita.

Eu também já vi este mesmo teste sendo feito com as fitas da Prysmian e posso dizer que ambas são as marcas mais tops e adequadas do mercado para uso profissional ou doméstico.