✌ Como MONTAR um QDC TRIFÁSICO e outro BIFÁSICO na MESMA OBRA?

Escadas: https://ift.tt/3giH7Gr
Obs: Cupom “ENGEHALL” válido para a primeira compra e pedidos acima de R$ 399,00

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional:
➽ https://ift.tt/3xWrvP2
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto
➽ https://ift.tt/3met2Oc
——
Fala meus queridos, bem vindos ao sétimo episódio da quarta temporada da série direto da obra com a Engehall!

E nesta temporada estamos fazendo a instalação elétrica completa de um galpão comercial no qual já mostramos o projeto, a parte de execução da rede de distribuição aérea com cabos de alumínio multiplexados, infraestrutura com eletrodutos galvanizados, passagem dos cabos, aterramento e muito mais, se você não assistiu aos episódios anteriores, fica tranquilo que deixo a playlist completa no final pra você não perder nenhum detalhe.

Na aula de hoje vamos mostrar como foi a montagem dos dois quadros de distribuição, montamos um qdc trifasico maior para o primeiro galpão e ligamos nele um quadro secundario bifasico para o segundo galpão, inclusive fizemos um BEP, barramento de equipotencialização principal na chegada do primeiro QDC, ficou bem interessante.

Seguinte turma!
Na aula de hoje vocês irão ver a montagem dos dois quadros de distribuição ao mesmo tempo. O Charlão assumiu a montagem do QDC principal, com alimentação trifásica de 100A e o Brener assumiu a montagem do QDC secundário, que é um bifásico de 50A.
Se você não assistiu ao primeiro episódio da série, e quer saber mais detalhes da montagem destes QDCs, vai lá e baixa o projeto elétrico completo deste galpão que a gente disponibilizou lá ok, vamos ver então a primeira parte de organização dos cabos feita pelo Charles, no QDC primário trifásico, olha só

A primeira coisa a fazer aqui é organizar os cabos de neutro e terra que vem do BEP, o barramento de equipatencialização principal. Olha que interessante isso pessoal, esse pequeno quadrinho na lateral antes do quadro grande é o nosso BEP, daqui a pouco explicamos melhor o porque ele está aí e como ele vai funcionar.
Em seguida ele começa a fixar os trilhos para receber os componentes no quadro. Todos os cabos já estão identificados, dessa forma fixar os trilhos antes de organizar os cabos é uma prática, afinal você pode passar os cabos atrás dos trilhos

Feito isso o Charles começa a passar os cabos 35mm² das fases por trás dos trilhos DIN e já começa a encaixar os componentes de proteção geral, no caso aqui serão apenas os DPS para as fases, o disjuntor geral tripolar de 100A e mais um disjuntor bipolar de 50A que servirá como proteção geral do quadro secundário do galpão ao lado. Veja que o Charles já aproveita essa parte para testar o barramento pente trifásico também sobre os dispositivos de proteção.

Uma boa prática que temos é sempre deixar uma voltinha de cabo para alimentação antes de cortar, isso futuramente pode ajudar em caso de uma manutenção ou ampliação no quadro. E para conectar os cabos 35mm² no disjuntor geral, optamos por usar terminais de compressão do tipo pino. Este tipo de conexão é muito séria pessoal, afinal ali pode passar até 100A, então a gente usa um alicate hidráulico para fazer a compressão e garantir um ponto de conexão super confiável junto ao disjuntor. E para isolar ester terminais que não são pré isolados, a gente usou o termo retrátil, componente isolante que já mostramos em outros vídeos aqui do canal.

Em seguida o Charles começou a conectar os cabos de fase no disjuntor geral, sempre tomando muito cuidado, afinal a maioria dos problemas elétricos estão nas conexões, então garanta bastante o aperto e confira o torque do cabo no componente. Outro detalhe é que o Charles optou alimentar o disjuntor geral por baixo e sair com a derivação no barramento pente por cima, isso por causa do disjuntor geral bipolar do quadro secundário, que ele resolveu colocar na mesma linha de proteção. E também passou a organizar os cabos azuis do neutro na descida do quadro, usando abraçadeiras de nylon e já anilhando todos os circuitos conforme o nosso padrão de obra que vocês já viram em outras temporadas. Agora vamos dar uma acelerada nessa parte de organização dos cabos de fase e aterramento do nosso QDC, mete bronca ai Charlão