✅ Como SABER de CARA se é um IDR, DDR ou o tal SDR?!

👉 LINK de INSCRIÇÃO: https://ift.tt/32MTlxd

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional:
➽ https://ift.tt/5iADIfH
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/sgPQOkz
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Como SABER de CARA se é um IDR, DDR ou o tal SDR?!

Você sabe identificar os dispositivos residuais, assim, na lata? Bateu o olho e já saber onde identificar se é um IDR, um DDR ou SDR?

Sejam bem-vindos a mais um episódio da série Pica o Pé no Pica Fio!

Vamos primeiro identificar quem é quem nesse tal de IDR, DDR e SDR.

O dispositivo Diferencial Residual, popularmente conhecido como DR, é de uso obrigatório desde 1997, conforme a NBR 5410. Ele possui a função de desenergizar o circuito sempre que houver uma fuga de corrente acontecendo em algum ponto da parte elétrica. A instalação desse dispositivo é altamente importante, pois ele será o responsável por proteger as pessoas contra os efeitos dos choques elétricos que podem ser originados pelas correntes de fuga.

O funcionamento do DR acontece da seguinte forma: quando acontece uma fuga de corrente que ultrapasse a corrente máxima de fuga do DR, o dispositivo identifica essa fuga e desliga de forma automática o circuito.

Em residências usamos DR com uma corrente máxima de fuga de 30 mA, pelo fato desses 30 mA serem a intensidade máxima de corrente que um ser humano consegue suportar sem causar nenhum dano à saúde. Mas é bom saber que existem DR com outros valores de corrente de fuga, como por exemplo, 100mA, 300mA e 1000mA, mas estes valores são mais utilizados em indústrias e tem a finalidade de proteger a instalação e os equipamentos, não as pessoas!

Agora me diga aí: Você sabe quais são os modelos e como identificar cada um desses dispositivos que são encontrados no mercado?

O mais famoso é o tal IDR, só que com certeza já ouviram falar do DDR e provavelmente uns ou outros do SDR, e aí, qual a diferença entre eles?

Praticamente em todas as lojas que vendem materiais elétricos, conseguimos encontrar o IDR. A sigla IDR como vocês já devem saber, significa Interruptor Diferencial Residual e esse dispositivo atua em uma instalação apenas quando ele detecta uma fuga de corrente.

Além do IDR, existe também o DDR. DDR, turma, é a sigla de Disjuntor Diferencial Residual. O DDR é mais difícil de ser encontrado no mercado, pois poucos fabricantes produzem esse dispositivo e, quando ele é encontrado para compra, possui um preço bastante elevado. Então, se precisar de um menino desse, prepara o bolso…

Diferentemente do IDR, o DDR protege os circuitos da instalação não apenas contra as fugas de corrente como também contra os curto circuitos e sobrecargas, pois o DDR possui a função tanto do IDR quanto a de um disjuntor. Aí, o preço vale o produto, pois estamos falando de 2 em 1.

Mas aí fica a dúvida: Como eu sei quando é um IDR e quando é um DDR André?

Caso você realize uma comparação visual entre o IDR e o DDR, os mesmos serão quase iguais, são tipo gêmeos idênticos, quase ninguém sabe quem é quem.
Agora, quando você passa a analisar as informações contidas na embalagem, carcaça ou manual desses dispositivos, você conseguirá diferenciar um do outro.

Uma forma rápida de diferenciar esses dispositivos será analisando a carcaça dos mesmos.

Temos aqui um DDR e um IDR da mesma marca.
Como sabemos os disjuntores possuem curvas de ruptura, os interruptores não.
Então na imagem 1 a gente consegue ver a letra C antes do numeral 20 (que é sua corrente nominal), essa letra está indicando que esse dispositivo tem uma curva de disparo, no caso a curva C, no outro dispositivo ao lado não tem essa letra, tem apenas a indicação da corrente nominal que ele suporta, isso indica que ele é o IDR, já o modelo do lado, com a letra é o DDR. Essa na minha opinião é a maneira mais rápida e fácil de você identificar se o seu dispositivo de proteção é um IDR ou DDR, fora isso é necessário consultar o manual do fabricante.